(43) 9602-1764     contato@enfoquearapongas.com.br

Móveis pelo menor preço! 
www.movelcasa.com.br
Parcele seus móveis em até 12x Sem Juros

BR Templates
Templatee Joomla Profissional!
Templates a partir de R$ 9,90.

noticias

Croácia vira sobre a Inglaterra e vai enfrentar a França na final da Copa do Mundo Destaque

Publicado em Esportes
Croácia vira sobre a Inglaterra e vai enfrentar a França na final da Copa do Mundo Foto: Carl Recine/Reuters

O jogo começou quente. Logo aos três minutos do primeiro tempo, Dele Alli recebeu ótimo passe de Lingard perto da meia-lua e sofreu a falta do craque Modric. Na cobrança, Trippier lembrou o craque inglês Wayne Rooney de tão bem que pegou bem na bola, que fez a curva por fora da barreira e entrou no canto esquerdo alto de Subasic – o goleiro da Croácia nem mesmo tentou pular na bola.

A seleção da Croácia parecia não ter forças para buscar uma reação. Modric e Rakitic, meio-campistas de grande categoria e titulares de Real Madrid e Barcelona, não conseguiam se entender. Distantes um do outro, pouco produziram na primeira etapa.

Assim, cheio de espaços para atacar, a Inglaterra foi avançando, principalmente com Dele Alli, que tinha liberdade para receber a bola – quase sempre o primeiro combate era feito já por um dos zagueiros da Croácia, e não pelos volantes.

Em uma dessas jogadas, a Inglaterra quase chegou ao segundo gol. Lingard achou Kane dentro da área, o atacante bateu rasteiro, mas Subasic fez grande defesa. No rebote, o próprio Kane, de dentro da pequena área, fez o mais difícil e chutou na trave. Contudo, o bandeirinha já havia assinalado impedimento na primeira jogada. 

Aos 35, mais uma ótima chance para os ingleses. Kane dominou pela meia-esquerda e abriu para Dele Alli. O camisa 20 dominou já dentro da área e rolou para Lingard que, de frente para o gol e sem marcação, bateu à direita do gol de Subasic.

No segundo tempo, os primeiros dez minutos foram do mesmo cenário. Mas a partir daí, a seleção da Croácia mudou de postura. Mesmo cansada, passou a ter mais disposição em todas as divididas. Com a posse da segunda bola, o time foi para cima. A Inglaterra, de forma perigosa, recuou o time na tentativa de explorar o conta-ataque, que não aparecia com frequência. 

Aos 19, quase o empate. Modric cruzou da direita, Stones cortou mal e a bola sobrou limpa para Perisic dominar e bater firme. A bola que tinha endereço certo explodiu em Walker. 

Mas o resultado de tanto empenho croata deu resultado aos 24 minutos. Vrsaljko recebeu boa bola pela direita e cruzou dentro da pequena área para Perisic, que se antecipou a Walker e com o pé esquerdo todo esticado empatou o jogo, para explosão da torcida da Croácia no Luzhniki.

Dois minutos depois, a Croácia quase virou. Após bobeada da defesa inglesa, Perisic dominou sozinho dentro da área, levou para a esquerda e bateu firme cruzado. A bola explodiu na trave, voltou nos pés de Rebic, que chutou para defesa do goleiro Pickford. 

Aos 37, mais uma vez o goleiro inglês apareceu bem. Mandzukic recebeu dentro da área, dominou no peito e bateu para outra boa defesa de Pickford. Um minuto depois, Vrsaljko cruzou na segunda trave, Perisic cabeceou para cima e o arqueiro da seleção inglesa saiu mal do gol. No rebote, o próprio Perisic mandou por cima do gol, perdendo ótima chance. 

Na prorrogação, a primeira grande chance surgiu aos oito minutos e foi para a Inglaterra. Após cobrança de escanteio, Stones cabeceou firme, mas Vrsaljko apareceu em cima da linha para impedir o segundo gol inglês.

Aos 17 do primeiro tempo, foi a vez da Croácia quase marcar o gol de desempate. Perisic recebeu linda bola de Modric pela esquerda e cruzou para Mandzukic finalizar na saída de Pickford, que fez uma grande defesa e evitou o gol.

Mas no segundo tempo da prorrogação não teve jeito. Aos dois minutos, Pivaric tentou cruzar na área pela esquerda, mas a defesa da Inglaterra cortou. No rebote, Rakitic cabeceou de volta para a área e aí a defesa inglesa falhou feio, principalmente Walker e Stones – a bola sobrou limpa para o atacante Mandzukic tocar na saída de Pickford e virar a partida. 

Depois, até o final da partida, a Croácia tocou a bola. A Inglaterra não teve forças para empatar e levar o jogo para os pênaltis. Agora, domingo, a seleção croata encara a favorita França na decisão da Copa do Mundo da Rússia. Aos ingleses, resta o consolo de, assim como em 1990, brigar pelo terceiro lugar, sábado contra a Bélgica, em São Petersburgo.

 

Fonte: Estadão

Gostou da notícia?

Compartilhe entre seus amigos e curta nossa página no Facebook!

 

 

casa do acessorio

ddt enfoque

restaurante familia lima

Colunas Recentes

Torta de amendoim

Torta de amendoim

Ingredientes: 1 ½ x de bolacha maria; 6 colheres sopa manteiga derretida; 1/3 xícara de açúcar; ...

Jesus, a fonte inesgotável

Jesus, a fonte inesgotável

O Armazém da graça de Deus Uma reflexão em Isaias 55.1-6 Deus é dono de todas as coisas. Diz a bíb...

A soberania de Deus

A soberania de Deus

Levantei-me cedo e enquanto preparava um café para os meninos irem à escola, deparei-me coma beleza ...

Tecnologia - Wilson Chavioli F.

icone enfoque

Conheça seus direitos

advocacia

Apoiadores

Extras



JoomShaper