(43) 9602-1764     contato@enfoquearapongas.com.br

Móveis pelo menor preço! 
www.movelcasa.com.br
Parcele seus móveis em até 12x Sem Juros

BR Templates
Templatee Joomla Profissional!
Templates a partir de R$ 9,90.

noticias

Faltas no trabalho por motivo de doença serão investigadas Destaque

Publicado em Regionais
Faltas no trabalho por motivo de doença serão investigadas Reprodução/AEN

Os atestados médicos para justificar licenças e afastamento de servidores públicos serão revisados pela Controladoria-Geral do Estado (CGE). O trabalho irá verificar se houve fraude ou outra irregularidade na concessão desses laudos e, em caso positivo, encaminhar o caso para investigação.

As secretarias de Estado terão 15 dias para encaminhar a listagem dos empregados e cópias dos documentos apresentados para se ausentar do trabalho a partir de janeiro deste ano.

Para o controlador-geral do Estado, Raul Siqueira, o trabalho é necessário para estabelecer rotinas de verificação e colaborar para a eficiência do serviço público. “Temos reforçado o compromisso com a ética e integridade de todos que trabalham no Governo do Estado. Por enquanto, apenas identificamos possibilidades de fraude no processo”, afirmou.

A identificação do risco foi feita pela equipe da Coordenadoria de Compliance, da CGE, que vem trabalhando para levantar vulnerabilidades em atividades e processos do serviço público. “Não há confirmação de irregularidades, mas há riscos de ocorrer uso desses documentos sem os procedimentos determinados pelo Estatuto do Servidor ou pela Coordenadoria de Segurança e Saúde Ocupacional”, explicou Marilis Molinari, coordenadora de Compliance. Ela afirmou que todas as providências para garantia de sigilo serão tomadas.

SANÇÃO – De acordo com o Manual de Perícia Médica, da Secretaria de Estado da Administração e Previdência, quando o afastamento for maior que três dias, consecutivos ou não, no mesmo mês, o funcionário deve ser submetido à perícia médica, que vai homologar o atestado e o afastamento do servidor.

O Artigo 222, do Estatuto do Servidor (Lei 6.174/70) prevê suspensão ou exoneração em caso de comprovada fraude na emissão ou apresentação do atestado. O mesmo artigo diz que a verificação pode ser feita a qualquer tempo.

 

Fonte: AEN

Gostou da notícia?

Compartilhe entre seus amigos e curta nossa página no Facebook!

 

 

casa do acessorio

ddt enfoque

restaurante familia lima

Colunas Recentes

Torta de amendoim

Torta de amendoim

Ingredientes: 1 ½ x de bolacha maria; 6 colheres sopa manteiga derretida; 1/3 xícara de açúcar; ...

Jesus, a fonte inesgotável

Jesus, a fonte inesgotável

O Armazém da graça de Deus Uma reflexão em Isaias 55.1-6 Deus é dono de todas as coisas. Diz a bíb...

A soberania de Deus

A soberania de Deus

Levantei-me cedo e enquanto preparava um café para os meninos irem à escola, deparei-me coma beleza ...

Tecnologia - Wilson Chavioli F.

icone enfoque

Conheça seus direitos

advocacia

Apoiadores

Extras



JoomShaper